A OAB/RJ julgará pedido de expulsão de Roberto Jefferson.

jefferonRIO DE JANEIRO – O corregedor Rui Calandrini, da seccional carioca da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ), pediu a abertura de um processo disciplinar para cassar o registro de advogado do ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ). Ele defende a expulsão do petebista dos quadros da entidade por causa da sua condenação no processo do mensalão.

O processo contra Jefferson vai ser julgado pelo tribunal de ética e disciplina da OAB-RJ. Na representação, o corregedor o acusa de violar quatro incisos do Artigo 34 do Estatuto da Advocacia. O texto prevê a expulsão do advogado que receber dinheiro de forma ilícita, mantiver conduta incompatível com a profissão, praticar “crime infamante” ou se tornar “moralmente inidôneo” para a advocacia.

A defesa alega que advindo a expulsão será injusta, uma vez que o ex-deputado nada fez de errado enquanto advogado. Porém, o presidente da OAB-RJ, Felipe Santa Cruz, antecipou que a cassação é “muito provável”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *