Maluf reconhece fortuna em paraíso fiscal desviada da prefeitura de São Paulo.

MaluffSÃO PAULO – O deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) admitiu ligação com dinheiro movimentado em paraíso fiscal europeu e que supostamente foi desviado da prefeitura de São Paulo na década de 90, conforme documentos obtidos pelas autoridades da Ilha de Jersey, segundo a Folha de S. Paulo.

Essa foi a primeira vez que o deputado reconheceu a existência do dinheiro, que foi revelado há quase 13 anos. A explicação só veio depois de pressões do Deutsche Bank, que também foi investigado por ter administrado os recursos de Maluf na Ilha de Jersey.

O Deutsche movimentou recursos de quatro empresas controladas pela família de Maluf: Durant, Kildare, Macdoel e Sun Diamond.

O Tribunal de Jersey condenou as empresas da família Maluf a devolver à prefeitura de São Paulo US$ 32 milhões. Estima-se que US$ 340 milhões tenham sido desviados pelo esquema na época que Maluf foi prefeito de São Paulo, de 1993 a 1996.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *