Primeiro dia de Greve Nacional foi positivo em todo o Brasil, diz CNTE.

magisterio

BRASÍLIA – A greve nacional da educação organizada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), em defesa de maiores investimentos e melhores condições de trabalho para os profissionais do ensino brasileiro, tem tido boa adesão segundo o presidente da CNTE, Roberto Franklin de Leão, e será uma manifestação significativa:

 “No primeiro dia já é possível perceber a movimentação nos estados, houve muitas atividades e diversos sindicatos estiveram em Assembleia. O importante é que os trabalhadores estão utilizando esse momento de paralisação nacional para organizar o debate, se informar e reivindicar o melhor para a educação pública”. 

Nessa segunda-feira, Leão participou de eventos da categoria em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, onde 80% das escolas já aderiram à greve. No período da manhã houve debate com deputados federais e também um seminário sobre o Fundeb.

O presidente da CNTE explica a importância da manifestação: “As autoridades brasileiras precisam ver que a categoria está mobilizada e que vai continuar lutando para que o PNE entre em vigor, pelos royalties do petróleo, pelos 10% do PIB para educação pública, para que a lei do piso seja cumprida. Essa lei é o início de um processo de valorização dos trabalhadores de educação. O nosso objetivo é que todos os trabalhadores que atuam na área, inclusive os funcionários da educação, tenham piso, carreira, reconhecimento”.

A greve termina dia 19, quarta-feira, com um ato em defesa da educação, em Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *