Arquivos da Seção: Campeonatos Estaduais

Corinthians bate São Paulo, segue 100% e mantém freguesia tricolor em Itaquera

BBpuxXaSÃO PAULO Desde que a Arena foi construída em Itaquera, na Zona Leste paulistana, os corintianos cederam um empate sequer ao rival. O retrospecto ficou ainda melhor após este Majestoso. São quatro partidas em casa contra os tricolores e quatro vitórias.

Com uma falha grotesca de Lucão, o oportunismo do aniversariante Lucca e um gol de cabeça de Yago, o Corinthians venceu o São Paulo por 2 a 0,  no primeiro clássico do Campeonato Paulista, disputado na tarde deste domingo (14), na Arena Corinthians.

O gol que abriu o placar do clássico saiu aos 23 minutos do primeiro tempo. A bola sobrou limpa para a zaga do São Paulo. Lucão e Mena não definiram quem ia para o lance. Pressionado, Lucão tentou recuar para Denis e deu nos pés de Lucca. O aniversariante deste domingo não perdeu o presente e marcou.

O jogo mudou de panorama no segundo tempo. Mais defensivo, o Corinthians esperou por um erro do São Paulo para matar a partida. Com mais posse de bola, os tricolores demoraram a criar. Quando conseguiu atacar, Cássio defendeu a cabeçada de Mena e evitou o empate.

Com o resultado, o Corinthians chegou a 12 pontos, segue 100% e lidera com folga o Grupo D do Paulistão. O São Paulo é o terceiro no Grupo C, com quatro pontos conquistados.

Sport fatura 40º título estadual

DSC_0159_QPQQ5_grande

Na 100ª edição do Campeonato Pernambucano, o Sport Club do Recife cravou seu nome na galeria de campeões estaduais pela 40ª vez em sua história. O Leão faturou o torneio local de 2014 ao vencer o Náutico, por 1×0, nesta quarta-feira (23), e deu a primeira volta olímpica da Arena Pernambuco, onde os alvirrubros atuam como mandantes. O gol rubro-negro foi marcado pelo xerife e capitão Durval, que garantiu sua 7ª taça com a camisa vermelha e preta.

Durante o primeiro tempo, o Sport jogou de acordo com as condições estabelecidas pelo regulamento. Não se expôs. Manteve uma firme marcação, neutralizando as jogadas ofensivas do Náutico, e subiu ao ataque sempre que encontrou brechas na defesa adversária.

Apesar de não ter adotado um estilo de jogo aberto, o Leão fez a torcida alvirrubra levar as mãos à cabeça em duas oportunidades. Primeiro, aos 21 minutos, em jogada rápida pela ponta esquerda, Ananias penetrou na área alvirrubra e soltou o pé. O goleiro do Náutico deu rebote, e Neto Baiano, atento, ficou próximo de abrir o marcador. Depois, aos 25, Wendel bateu escanteio e Ewerton Páscoa cabeceou com perigo, por cima do travessão.

Após o intervalo, o Sport retornou sem afobação. Fazendo o simples e jogando sério. Postura reforçada com as entradas de Rithely e Danilo, que valorizaram ainda mais a posse de bola e intensificaram a marcação em setores pontuais da equipe timbu. Sóbrio em suas ações, o Leão tomou conta da partida, impondo seu domínio no reduto rival.

O resultado da estrutura estabelecida pelo Sport veio aos 32 minutos da etapa complementar. Em cobrança de falta, o meio-campista Ailton levantou na área, e o xerife Durval desviou para o fundo das redes. Gol que selou o título estadual do time comandado por Eduardo Baptista. O segundo troféu levantado pelo grupo da Praça da Bandeira em menos de um mês – no último dia 9 de abril, os rubro-negros venceram a Copa do Nordeste, diante do Ceará.

Fonte: Site Oficial do Sport Clube

Ituano é o campeão paulista de 2014.

76BC2DC131CC2E9AF49A77CF72D9C

Domingo o Ituano fez história, juntando-se a Inter de Limeira, em 1986, Bragantino, em 1990, e São Caetano, em 2004, os únicos que haviam conseguido ganhar o Campeonato Paulista, que como os demais, é de monopólio hegemônico dos times grandes de São Paulo.

Depois de despachar Palmeiras e Corinthians chegou a vez de superar o Santos e levantar a taça, numa façanha ocorrida apenas em três outras oportunidade, quando outras uma equipe pequena conseguiu ser campeão paulista.

O troféu foi o segundo do Ituano na história do Campeonato Paulista, mas o primeiro com todos os times grandes na competição. Em 2002, o time de Itu ficou com a taça, mas em um torneio sem Corinthians, São Paulo, Santos e Palmeiras, que disputavam um estendido Torneio Rio-São Paulo.

Ituano vence o Santos e joga pelo empate no próximo domingo.

5A75D25211E156BA7C73840D4583BCAMPEONATO PAULISTA – Depois de eliminar o Palmeiras nas semifinais, em pleno Pacaembu, o time do Interior do estado voltou ao estádio municipal Paulo Machado de Carvalho e venceu o Santos diante da torcida rival por 1 a 0, no primeiro jogo da decisão do torneio.

Cristian, meio campista de 34 anos que entre 2005 e 2007 passou pelo Palmeiras, fez o gol de mais uma surpreendente vitória do Ituano no primeiro tempo de partida. Cícero teve a chance de empatar ainda na etapa inicial de pênalti, mas mandou a bola por cima do travessão.

Nos 45 minutos finais, o time visitante – o Santos jogou com maioria de público, mas o mando era do adversário – teve raras chances de marcar e não conseguiu furar o bloqueio do Ituano, melhor defesa do Paulistão, com dez gols tomados.

Na fase de grupos do Estadual, o Ituano já havia desbancado o Corinthians, seu concorrente na chave, que ficou de fora das eliminatórias. O ‘Galo’ foi campeão paulista em 2002, quando os quatro grandes não participaram da competição.

Uma vitória santista por um gol de diferença no domingo que vem, novamente no Pacaembu, levará o confronto para os pênaltis. Para ser campeão diretamente, o Alvinegro Praiano precisa vencer por pelo menos dois gols de diferença.

Santa e Salgueiro vencem e precisam apenas de um empate para decidirem o Pernambucano.

56D49C573B92BDA991EEC6D6D772D

CAMPEONATO PERNAMBUCANO – O Santa Cruz venceu em casa o Sport por 3 a 0 neste domingo, no estádio do Arruda, em confronto válido pelo jogo de ida da semifinal do Campeonato Pernambucano. Com o resultado, o time tricolor garante a classificação para a decisão estadual com o empate no jogo de volta.

O gol do Santa Cruz foi marcado pelo atacante Léo Gamalho, convertendo pênalti sofrido por Flávio Caça-Rato aos 12 minutos do segundo tempo. Renatinho, que substituiu o CR7 coral, definiu a vitória aos 34 minutos. Léo Gamalho, artilheiro do torneio com 11 gols, fechou o marcador aos 40.

O Santa Cruz precisa agora apenas de um empate para se garantir na decisão da 100ª edição do Pernambucano. Uma vitória do Sport por qualquer resultado leva o confronto aos pênaltis – o regulamento não coloca o saldo de gols como critério de desempate nas semifinais e na decisão do torneio.

Essa foi a primeira vitória do Santa Cruz sobre o rival neste ano, contra quem havia disputado quatro jogos (três derrotas e um empate). O jogo de volta acontece no próximo domingo, na Ilha do Retiro.

O Salgueiro sai na frente contra o Náutico – Assim como o Santa Cruz, o Salgueiro aproveitou o fato de jogar em casa e saiu na frente. Com a vitória por 2 a 0 sobre o Náutico, no Cornélio de Barros, o time do interior depende de apenas um empate para ir à sua primeira decisão pernambucana.

Os gols da vitória foram marcados por Everton, aos 24 minutos do primeiro tempo, e Kanu, aos 37 da etapa final.

O jogo de volta acontece no próximo sábado, na Arena Pernambuco.

Vitória é derrotado e perde a vantagem do empate.

DD73D3B6E434C59FC79CCD13D0C6CAMPEONATO BAIANO – O Bahia larga na frente do Vitória em final vencendo o rubro negro por 2X0. Os gols foram marcados por Talisca no primeiro tempo e pelo volante Fahel na volta do intervalo.

O segundo jogo da decisão acontece no próximo fim de semana, no estádio de Pituaçu. O time rubro-negro desperdiçou a vantagem do empate e terá que ganhar por uma diferença de dois gols ou mais para faturar o bicampeonato.

O Bahia segue invicto no clássico Ba-Vi desde a goleada de 7 a 3 sofrida para o rival, em 12 de maio de 2013. Desde então, foram seis encontros, com quatro vitórias da equipe tricolor e dois empates.

Vasco a um empate de um novo vice.

1B932FE8FCC27C296DDACB3F1294BDCAMPEONATO CARIOCA – O Flamengo arranca um empate contra o Vasco da Gama e precisará apenas de outro empate para se sagrar campeão carioca, deixando para o seu arquirrival mais um vice.

Numa partida no nível do que tem sido os campeonatos estaduais, sempre previsíveis e difícil de assistir pala total ausência de espetáculo,  jogo terminou em 1X1 ficando a decisão para o próximo domingo.

Sport perde para o Santa Cruz

2 (11)_76AMC_grande

O Sport foi batido pelo Santa Cruz, por 3×0, neste domingo (06), no Estádio do Arruda, pela primeira semifinal do Campeonato Pernambucano 2014. O primeiro gol dos tricolores saiu de um pênalti marcado de maneira duvidosa pela arbitragem. O segundo confronto entre rubro-negros e tricolores pelo mata-mata será no próximo domingo (13), na Ilha do Retiro, a partir das 16h.

Pelo regulamento do Estadual, o saldo de gols não serve como critério de desempate nas sêmis, assim como a quantidade de tentos marcados fora de casa. São considerados apenas os pontos ganhos. Dessa maneira, com a derrota no primeiro duelo, uma vitória simples do Sport no jogo de volta leva a decisão para os pênaltis. Um empate daria a vaga na final ao Santa Cruz.

O primeiro tempo do duelo foi de muita movimentação e valentia por parte do time rubro-negro. Com um sistema defensivo bem postado – principalmente na proteção da zaga -, o Sport chegou perto de marcar com chutes de bolas paradas do “Carrasco da Ilha do Retiro”, Neto Baiano. Ao ser decretado o intervalo, o Leão desceu para o vestiário seguro de que conseguiu neutralizar as investidas do Santa cruz e buscar os lances ofensivos quando encontrava espaço.

No segundo tempo, porém, o Santa Cruz abriu vantagem. Aos 12 minutos da etapa complementar, o árbitro assinalou um pênalti duvidoso para o Tricolor. Na cobrança, Léo Gamalho converteu. Aos 32, Renatinho ampliou e, aos 40, Gamalho apareceu novamente para completar o resultado.

FLAMENGO X VASCO.

C518152238A4EFC87395994545CC8A

CAMPEONATO CARIOCA – Flamengo e Vasco voltam a se encontrar, depois de dez anos, em uma final de Campeonato Carioca neste domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã.

A última vez que o Cruzmaltino venceu o arquirrival em uma decisão foi em 1988, quando duas vitórias – 2 a 1 e 1 a 0 – foram suficientes para garantir o título estadual por antecipação. A previsão era de quatro confrontos, mas o clube de São Januário evitou os últimos dois por já ter iniciado o quadrangular final com um ponto conquistado.

Desde então, foram sete decisões, todas com final feliz para o Flamengo. Em 1999 e, mais recentemente, em 2011, o Rubro-Negro superou o rival na decisão da Taça Rio e sequer precisou de uma final geral para sagrar-se campeão. Em 99, 2000, 2001 e 2004, o sucesso veio em finais de Carioca. Ainda houve 2006, quando o único “Clássico dos Milhões” válido pela decisão de uma competição fora do Rio de Janeiro terminou em mais um sucesso do Fla, que conquistou o bicampeonato da Copa do Brasil.

A partida de volta está marcada para o domingo seguinte (13 de abril), também às 16h e, é claro, também no Maracanã. O Fla pode levantar a taça com apenas dois empates, por ter terminado a primeira fase na primeira colocação. Se o placar acumulado ao fim dos dois confrontos estiver empatado, com uma vitória para cada equipe, o campeão será decidido na disputa de pênaltis.

Palmeiras enfrentará o Bragantino nesta quinta-feira (27), às 21h

downloadO Palmeiras enfrentará o Bragantino pelas quartas de final do Campeonato Paulista na quinta-feira (27), às 21h. O duelo, decidido em partida única, será no estádio do Pacaembu.

O Verdão será mandante por ter sido o líder do Grupo D com 35 pontos, decorrentes de 11 vitórias, dois empates e duas derrotas. O rival da cidade de Bragança Paulista-SP somou 23, com sete triunfos, dois empates e seis revezes.

Os outros confrontos da fase eliminatória serão na amanhã (26): Botafogo x Ituano às 19h30; Santos x Ponte Preta às 19h30; e São Paulo x Penapolense às 22h.