Arquivos da Seção: Copas do Brasil

Confrontos das oitavas da Copa do Brasil

Copa do BrasilOs mandos de campo das oitavas de final da Copa do Brasil foram definidos em sorteio nesta quinta-feira, na sede da CBF, no Rio de Janeiro. São eles:

Confrontos de ida

Palmeiras x Internacional
Grêmio x Fluminense
Botafogo x Sport
Santa Cruz x Atlético-PR
Cruzeiro x Chapecoense
Paraná x Atlético-MG
Flamengo x Atlético-GO
Santos x Paysandu

Confrontos de volta

Internacional x Palmeiras
Fluminense x Grêmio
Sport x Botafogo
Atlético-PR x Santa Cruz
Chapecoense x Cruzeiro
Atlético-MG x Paraná
Atlético-GO x Flamengo
Paysandu x Santos

Veio a décima! Corinthians desencanta no fim, vence Batatais e conquista mais uma Copa São Paulo

CorintiansFoi muito mais difícil que o torcedor do esperava, mas o Corinthians espantou a zebra do Batatais e conquistou seu 10º título na Copa São Paulo de Futebol Júnior.

No Pacaembu, a equipe do interior fez jogo duro, segurou o empate até os instantes finais, mas conseguiu vencer o bloqueio da surpresa da competição para vencer por 2 a 1, com gols de Carlinhos e Marquinhos. Douglas Pote ainda marcou um golaço nos acréscimos, mas o time da capital conseguiu evitar uma reação e comemorou o título.

Sob os olhares do técnico Fabio Carille, da equipe profissional, os jogadores corintianos fizeram a festa com a taça e 100% de aproveitamento na competição. Vice, o Batatais também teve motivos para comemorar, por ter, em sua terceira participação, incomodado tanto o maior campeão do torneio.

Se o torcedor do Corinthians foi ao Pacaembu esperando um jogo tranquilo, o primeiro tempo deixou claro que a história seria diferente. A equipe do Batatais encaixou a marcação e complicou a vida do time da capital, que pouco conseguia criar.

A melhor chance, inclusive, acabou saindo do lado interiorano da decisão. Aos 24 minutos, em contra-ataque pela esquerda, Igor fez o cruzamento e Thalles apareceu livre, na entrada na pequena área, para desviar e ver a bola passar rente à trave.

Depois da parada técnica, o Corinthians melhorou e passou a levar mais perigo. Aos 37, Pedrinho fez boa jogada e passou para Oya, que limpou a marcação e tentou buscar o ângulo esquerdo, mas Gérson foi buscar e faz uma bonita ponte.

Nos minutos finais, mais pressão do time corintiano, que acabou acertando o travessão do gol defendido por Gérson com o cabeceio de Thiago, após cobrança de escanteio, aos 44 minutos.

No segundo tempo o Corinthians voltou um pouco melhor, com Pedrinho encontrando um pouco mais de espaço e criando a primeira chance, com um passe para Carlinhos finalizar em cima do goleiro.

Aos 14, Pedrinho deixou mais um companheiro em condições de abrir o placar, mas desta vez foi Marquinhos que perdeu ao perder o contato com a bola na hora do domínio e permitir que a marcação aparecesse no último instante para impedir o gol.

Com o tempo passando e nada de gols, o time do Corinthians começou a se irritar com a falta de eficiência no ataque, enquanto o Batatais mantinha sua postura e buscava cada vez mais apostar nos contra-ataques.

Aos 32, após cruzamento pela direita, a bola sobrou para Matheus, que tentou a finalização com força. A bola explodiu no defensor e o rebote ficou com Pedrinho, que tentou de primeira, com curva, mas a bola foi para fora.

O sufoco só foi acabar aos 42 minutos. Em linha de passe, a bola ficou para Marquinhos, que cruzou com perfeição para Carlinhos subir sozinho e cabecear com categoria para marcar aquele que seria apenas o primeiro gol do Corinthians na decisão.

Dois minutos depois, Carlinhos retribuiu e deixou Marquinhos na cara do gol para ampliar e começar a festa no Pacaembu.

Aos 44, porém, Douglas Pote quis colocar um tempero a mais na decisão e marcou um golaço para recolocar o clima tenso no Pacaembu. Depois de receber lançamento em profundidade, o atacante se adiantou ao goleiro Filipe e mandou por cobertura para deixar o placar em 2 a 1.

Como o jogo ficou paralisado por conta do tempo técnico, alterações e depois por problemas nas arquibancadas, com sinalizadores, foram nove minutos de acréscimos, mas o resultado já estava definido.

Vitória encara Palmeiras nas quartas-de-final da Copa São Paulo de Futebol Júnior

VITÓRIA

O time Sub-20 do Vitória encara o Palmeiras nesta terça-feira (20), às 15h (horário da Bahia), no Estádio Major Levy Sobrinho, em Limeira (SP), pelas quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Para o duelo, o técnico Wesley Carvalho não poderá contar com o lateral-direito Alef, suspenso após receber o segundo cartão amarelo. Com isso, Iago será o titular.

O atacante Rafaelson, um dos destaques da equipe, espera um jogo complicado, mas demonstra otimismo. “A equipe do Palmeiras é qualificada, mas nosso time está entrosado, está bem. Vai ser um jogo muito difícil. Temos que ir para cima. O Vitória é isso, não pode abaixar a cabeça para ninguém”, declarou.

A tendência é que o Vitória entre em campo com a seguinte formação: Wallace; Iago, Léo Xavier, Ramon e Matheus Pranke; Borges, Flávio e Nickson; Douglas Matheus, Rafaelson e Gabriel Pereira.

Os outros confrontos marcados são: Grêmio x Botafogo-SP, Atlético-MG x São Paulo e Corinthians x São Caetano.

Sport vence e garante vaga na final do Nordestão

IMG_0213_25PME_grandeDemonstrando disciplina e tática, o Sport somou sua terceira vitória em três Clássicos das Multidões em 2014, ao bater o Santa Cruz, por 2×1, nesta quarta-feira, no Arruda, pelas semifinais da Copa do Nordeste. Com a vitória, o Leão garantiu vaga na decisão do Regional, fase na qual terá o Ceará como adversário. Os gols rubro-negros foram marcados por Rithely e Patric. O resultado representa o triunfo de número 225 do time da Praça da Bandeira diante dos corais – 63 de vantagem sobre os rivais.

Da batida do centro até a metade do primeiro tempo, o equilíbrio deu a tônica da partida. Enquanto o Santa Cruz buscava os lances ofensivos, o Sport  neutralizava as investidas dos tricolores, desacelerando o ritmo da disputa. A partir dos 20 minutos, os ânimos começaram a esquentar. O zagueiro coral Everton Sena foi expulso ao tocar Neto Baiano com o cotovelo e, na sequência, acertar o rosto de Danilo com o pé.

A partir da saída do defensor tricolor, o Leão cresceu em campo. Aos 31 minutos, Felipe Azevedo sofreu pênalti. A cobrança ficou por conta de Neto Baiano, que bateu na trave. O gol não saiu, mas evidenciou o panorama de superioridade rubro-negra. Em seguida, aos 40, o zagueiro coral Leandrou Souza também foi expulso. Assim, o caminho ficou aberto para a ampliação do volume de jogo imposto pelo Leão. Aos 44, veio a consagração do empenho leonino: Renê cruzou para Rithely, que cabeceou na pequena área, direto para o fundo das redes.

No retorno dos vestiários, o Santa Cruz levou vantagem. Antes dos dois minutos, o atacante tricolor Leo Gamalho empatou o duelo. Mas, aos 10, após envolvente troca de passes, Patric soltou o pé de fora da área. A bola desviou na defesa coral e morreu no fundo das redes. Antes do apito final, Felipe Azevedo ainda foi expulso de maneira injusta. Mas a classificação à final do Nordestão terminou assegurada pelos leoninos.

Xerife pretende manter segurança na contenção

images (1)Nos último dois jogos contra o Santa Cruz, a defesa do Sport, liderada pelo capitão Durval, não deu brechas aos adversários. O Leão não sofreu gols, e garantiu vantagem para o jogo de volta contra os corais, pela Copa do Nordeste, marcado para logo mais no Estádio do Arruda. Panorama que o xerife leonino pretende manter no reduto tricolor, para que os rubro-negros cheguem à final do Regional sem sustos.

“Espero continuar fechando a nossa linha de zaga, junto com meus companheiros de setor defensivo. A ordem é segurar o ataque deles e buscar espaço para marcar gols”, resume o zagueiro, que evita pensar na vantagem construída antes da definição do Clássico das Multidões. “Sei que fizemos um bom placar na Ilha do Retiro, mas precisamos entrar em campo sem pensar no regulamento. Estamos focados na vitória, sempre respeitando o Santa Cruz”, declara.

Um dos líderes do elenco rubro-negro, Durval utiliza sua experiência dentro de campo e também fora dele, para orientar os atletas mais jovens do grupo leonino. Postura essencial nos momentos que antecedem o clássico. “Eu e os jogadores mais rodados, como Magrão, conversamos bastante com os mais novos. Principalmente em datas de jogos decisivos, quando a ansiedade aumenta. Sempre procuramos passar confiança”, explica o capitão do Sport.

Indisciplinado, Paulinho é afastado do elenco do Paraná

images

O meia-atacante Paulinho não faz mais parte do elenco do Paraná. Pelo menos, por enquanto. O atleta foi afastado por decisão da comissão técnica nesta semana e sequer fica relacionado para a partida desta quinta-feira, contra o São Bernardo, pela Copa do Brasil.

Titular sob o comando do técnico Milton Mendes nas últimas rodadas, o jogador está suspenso para a segunda partida das quartas de final do Campeonato Paranaense, no clássico diante do Atlético-PR. Assim, a expectativa era de que jogasse pelo torneio nacional.

Entretanto, no treinamento realizado nesta quarta-feira, o meio-campista não esteve presentes no trabalho tático que definiu a equipe titular. Ao fim do coletivo, o técnico Milton Mendes explicou o porquê.

“O Paulinho teve uma situação que não foi positiva e está fora. Ele teve uma posição indisciplinar. Não vou entrar em detalhes, já foi feito e é algo interno do clube. Se ele está no grupo? Não, não está”, declarou Mendes, que discutiu com o atleta.

O período de afastamento ainda não está definido pelos integrantes da comissão. “Se ele se retratar, a situação muda. Por enquanto, está fora”, completou. Quem também falou sobre o assunto foi o volante Ricardo Conceição, que retorna após quase um mês em recuperação.

“É complicado. A gente sente o lado do treinador e também do atleta. Pode acontecer com qualquer um. Temos que respeitar a posição do Milton. Eles são inteligentes, vão saber conversar e não terá mais problema nenhuma”, ponderou.