SINDSEMP mantém Greve.

downloadA greve dos servidores municipais de Petrolina continua por tempo indeterminado, já que a proposta do executivo de reajustar em 5% o salário dos professores e de 6,75% para as demais categorias, não agradou a categoria e, por isso, os servidores municipais de Petrolina, permanecem em greve, segundo o Sindsemp, pois não condizem com as perdas acumuladas, sequer faz jus aos 8,32% reivindicados para todas as categorias de trabalhadores. O cálculo de 8, 32% comportaria o IPCA/2013 que foi de 5,92%, e apenas, 2,4% de reajuste real.

Além do mais, a proposta do Executivo não contempla outras questões distintas das salarias, como melhores condições de trabalho respeito e cumprimento da legislação trabalhista por parte do Executivo, programa de prevenção e saúde do trabalhador, reajuste de gratificações e cumprimento do piso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *